Como identificar um instrutor de Pilates qualificado.

11/03/2017

L2 Pilates

 

Existem algumas posturas profissionais que definem um bom estúdio de Pilates e seus Instrutores. Eu gostaria de compartilhar essas regrinhas básicas para todos que ainda não tiveram o primeiro contato com o método e também para os praticantes assíduos.

 

Exija sempre o certificado de formação em Pilates de seu Instrutor. Um bom curso terá no mínimo 360 horas, mas ainda assim, não será garantia para sua excelência, então preste atenção nas dicas a seguir pois tem muita gente pagando para fazer Pilates e realizando outras atividades.

 

Vamos lá...

 

1. Agende uma aula experimental e antes de iniciar é muito importante que o instrutor de Pilates explique sobre o método e, procure saber sobre eventuais problemas de saúde e limitações que você possa ter.

 

2. Preferencialmente você deverá experimentar todos os equipamentos, afinal trata-se de uma aula experimental, mas o instrutor deverá alertá-lo de que nem toda aula será assim.

 

3. A aula deve ser estruturada com aquecimento, parte principal e volta a calma.

 

4. O instrutor sempre deverá explicar qual o objetivo de cada exercício ministrado.

 

5. Pergunte sempre que houver dúvidas e se estiver inseguro na realização de qualquer exercício, diga que prefere não fazer.

 

6. O instrutor deverá respeitar a sua condição física, adequando os exercícios às suas necessidades e sua capacidade de executá-los, isto é, realizar as devidas adaptações e substituições durante as aulas.

 

7. Antes de qualquer exercício o instrutor deverá solicitar que organize seu corpo, dando dicas verbais e por vezes táteis sobre o seu posicionamento.

 

8. O instrutor deverá lhe oferecer o feedback sobre a execução dos movimentos durante a aula, estejam eles corretos ou não, isso inclui a respiração e o acionamento do “ Power House” (assista o nosso vídeo).

 

Caso você não saiba...

 

O Pilates prima pela qualidade e não pela quantidade. Os exercícios deverão ser realizados com o objetivo de chegar à perfeição na sua execução, portanto é preferível que façamos duas repetições bem-feitas ao invés de dez malfeitas.

 

Pilates não se trabalha em séries e nem se assemelha a uma aula de musculação.

 

Parabéns...

 

Você fez a sua aula experimental e aprovou o instrutor, então fique atento pois tudo o que foi descrito anteriormente deverá ser mantido em todas as aulas. É desejável também que se faça uma avaliação física específica antes de iniciar e, aos poucos, deve haver uma evolução no nível de dificuldade dos exercícios - lembrando que a seleção dos movimentos deve contemplar seus objetivos e suas necessidades.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Tags: treinamento HIIT e Pilates

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

Destaques

Engordou? Pirou? O que fazer? Pilates?

11/01/2018

1/1
Please reload

Artigos relacionados
Please reload